Nos tempos atuais e de forma constante, empresas de todos os segmentos e tamanhos buscam novas maneiras de ganhar em competitividade e de aumentar sua produtividade e segurança.

Para as grandes empresas este caminho é fácil de trilhar, visto possuírem verbas para isso. Porém, para o pequeno e médio empresário, nem sempre isso aparece como algo acessível. Seja por falta de conhecimento ou, então, por não saber de fato o ganho que sua empresa terá. A cloud computing vem como uma solução eficaz para isso, trazendo diversas possibilidades.

Já virou um termo ‘cloud computing’ e é figurinha cativa em grupos de discussões entre empresas. No nosso conteúdo iremos desmistificar algumas questões e reforçar que computação em nuvem é uma ótima solução para empresas de vários portes, especialmente para aquelas que querem aumentar sua segurança e ter mais desempenho, dor comum entre PMEs no Brasil.

O que é cloud computing

Computação em nuvem, conhecida também no inglês como cloud computing, é a tecnologia que permite o uso e acesso remotos de recursos de TI em geral, em qualquer parte do mundo e a qualquer hora, por meio da Internet. Com zero necessidade de se conectar a um computador ou servidor local.

Quem ainda não sabe exatamente o que ela é e como funciona, ou quais benefícios pode trazer para dentro de uma empresa, muitas vezes busca saber mais sobre o assunto. Em contrapartida, quem já domina o assunto, sabe exatamente o nível de segurança e os excelentes resultados que se consegue com ela.

Existem três tipos de cloud computing: pública, privada e híbrida. Como também há 3 diferentes modelos, saiba mais sobre eles!

Os 3 modelos de nuvem e suas finalidades

É comum ouvirmos falar de siglas como IaaS, PaaS e SaaS, não é mesmo? Faremos uma breve explicação para cada uma delas, que são as principais ofertas da cloud computing:

  1. SaaS (Software como Serviço)

Neste modelo SaaS, a empresa acessa o software pela Internet, usando-o na nuvem sem a necessidade de instalação e configuração. Há softwares gratuitos, porém, geralmente com recursos limitados. Em alguns, para utilizar funções avançadas, normalmente paga-se uma mensalidade. Exemplos: CRMs, ERPs, serviços de e-mail e aplicativos públicos como Skype e Whatsapp, podendo entrar para essa categoria redes sociais como LinkedIn e Facebook.

  1. PaaS (Plataforma como Serviço)

Neste modelo PaaS, a empresa contrata um ambiente completo de desenvolvimento On Demand, no qual é possível criar, modificar e otimizar softwares e Apps. Incluindo como vantagens na contratação por esse serviço em nuvem: sistemas operacionais, ferramentas de desenvolvimento, SGBDs (Sistemas de Gerenciamento de Bancos de Dados), serviços de BI (Business Intelligence) e toda a infraestrutura necessária para aperfeiçoar aplicações web ou via dispositivos móveis.

  1. IaaS (Infraestrutura como Serviço)

No modelo IaaS, a empresa aluga recursos de infraestrutura. Exemplos: servidores, roteadores, Datacenters, hardware e outras ferramentas que permitam transmissão e armazenamento de dados. Podendo, neste formato, ela ser cobrada pelo número de servidores usados e pela quantidade de dados trafegados.

Caso queira implementar na sua empresa um serviço na nuvem, tenha em mente que a escolha dependerá de fatores como custo, disponibilidade, desempenho e expectativas.

Quais são os benefícios das estruturas em nuvem para PMEs?

Provamos que a nuvem surgiu como forma de democratizar informações e melhorar a experiência de quem depende de recursos de tecnologia, trazendo assim inúmeras vantagens.

Listamos abaixo os principais motivos que reforçam que a cloud computing é uma ótima solução para empresas de vários segmentos, em especial para as PMEs:

  • Escalabilidade
  • Mobilidade/acesso remoto
  • Aumento da produtividade
  • Qualidade na segurança
  • Atualização automática do servidor
  • Centralização de forma condensada da informação
  • Serviços de assistência técnica e backups disponíveis
  • Retorno de investimento (ROI)
  • Redução de custos com infraestrutura (principal motivo para PMEs)

Em meio a tantos benefícios, a computação em nuvem pode se tornar uma das estratégias mais assertivas da sua empresa, vindo a ganhar o mais importante destaque ao se gerar resultados, aumento de receitas e até novas linhas de negócios.

Gostou do conteúdo? Deixe um comentário abaixo e compartilhe nas redes sociais!